OS MELHORES SABORES DE PELOTAS!

PaneMio Goumert

Ambiente aconchegante com cheirinho de coisa boa no ar. Esta é a sensação que se sente ao entrar na Panemio Gourmet.
Ao meio dia servimos almoço com os mais variados pratos. E para os amantes de um bom café aqui é o lugar ideal. Na Panemio Gourmet você pode desfrutar vários tipos de cappuccino acompanhados de tortas doces ou salgadas, além de outras tantas delicias. E quando o friozinho chega, o nosso Buffet de sopas é a melhor pedida para aquecer o corpo.

PaneMio

A Panemio é reconhecida pela qualidade de seus produtos e pela dedicação que atendemos os nossos clientes, seja em Pelotas ou Jaguarão. Aqui você encontra tudo pra deixar o seu café da manhã ou lanche mais delicioso. A variedade de pães, bolos, salgados, tortas ou biscoitos é de deixar qualquer um com água na boca. Salgado ou doce, sempre uma gostosura saindo direto do forno esperando por você.

Delícias

Conheça as destaques da semana.

Nossos produtos são diferenciados, pois são feitos artesanalmente. E a qualidade você comprova no sabor. Ficou com água na boca? Venha nos fazer uma visita e conhecer outras delícias.

Pão australiano
Sopa de legumes
Mil folhas de doce de leite
Creme de abóbora
Creme de Alho
Creme de Queijo

NOSSAS DELÍCIAS FEITAS ARTESANALMENTE.
VENHA EXPERIMENTAR!

Dícas

Dicas para você manter sua saúde em dia e a disposição nas alturas.

Um acaso que deu chá

Reza a história que no ano 2737 a.C., o imperador chinês Shen Nung e a sua corte estariam a fazer uma pausa durante uma viagem e, enquanto esperavam que os criados fervessem água para beber (o imperador era muito higiénico!), algumas folhas de um arbusto terão caído dentro da mesma, produzindo um líquido acastanhado. O imperador, que também era cientista, ficou com a curiosidade aguçada e resolveu experimentar a bebida, que classificou como muito refrescante. Assim nasceu o chá, que rapidamente conquistou os habitantes desse país, deixando muitas provas históricas: escavações arqueológicas encontraram recepientes de chá nos túmulos da dinastia Han (206 a.C.–220 d.C.), no entanto, foi durante a dinastia Tang (618-906 d.C.) que o chá tornou-se na bebida oficial da China. Atingiu uma popularidade tal, que durante o século VIII foi escrito o primeiro livro inteiramente dedicado a esta bebida – o “Ch'a Ching”, da autoria de Lu Yu.

Fonte: http://casadocha.com

História do queijo

Queijo: alimento saudável e rico em sabores.

Os queijos são alimentos fundamentais para uma vida saudável, pois são ricos em proteínas de alto valor biológico, cálcio, fósforo, zinco, iodo, selênio e vitaminas, entre outros.
Suas diferentes formas, texturas, sabores, odores e cores se devem ao tipo de leite e processo empregado na sua fabricação. Existem hoje no mundo mais de 1.000 tipos de queijos, podendo agradar a todos os paladares.


Origem misteriosa: presente dos deuses?

Diversas histórias mencionam a origem do queijo, inclusive uma lenda bastante conhecida, que sugere que o queijo foi descoberto por Aristeu, filho do deus grego Apolo, rei da Arcádia. Mas a versão mais aceita pelos historiadores é a do mercador árabe, que, cansado e faminto após atravessar um deserto asiático, tentou beber o leite de cabra que levava em seu cantil feito de estômago seco de carneiro. Mas o que saiu do cantil foi apenas um líquido aguado e fino. Curioso com o fato, abriu o cantil e encontrou uma massa branca, que hoje sabemos que é a coagulação do leite causada pelo coalho existente no estômago do carneiro. O viajante faminto experimentou e, claro, gostou.

Os egípcios tiveram no leite e no queijo um importante alimento, podendo ser encontrados, inclusive, em tumbas de seus reis.

Na Europa, eles foram introduzidos pelos gregos e os romanos tiveram papel fundamental na distribuição desta iguaria, que servia para alimentar seus atletas e soldados.

Ainda na Europa, com as ordens religiosas, os queijos ganharam em qualidade e padrão, e depois, com a descoberta da pasteurização e o advento da Revolução Industrial, sua produção obteve grandes avanços.

Hoje, devido à globalização, está presente em todo o mundo, podendo ser apreciado até mesmo por povos que culturalmente eram praticamente privados de conhecê-los, como os africanos e asiáticos.


Uma indústria já centenária.

No Brasil, a história da indústria queijeira tem pouco mais de 100 anos e a participação significativa dos imigrantes para seu florescimento deve ser destacada.

Em 1888, o imigrante português Dr. Carlos Pereira de Sá Fortes trouxe para a zona da Mantiqueira, em Minas Gerais, dois mestres queijeiros da Holanda, estabelecendo a primeira fábrica de queijo holandês adaptado. A fabricação do requeijão do Sertão foi difundida por escravos africanos. Imigrantes dinamarqueses desenvolveram e lançaram no mercado um dos queijos brasileiros mais populares, o queijo prato.

Diante de tal sucesso, outros queijeiros se estabeleceram no país, trazendo consigo várias tecnologias que, através de adaptações e/ou modificações, deram origem aos queijos que hoje conhecemos, tão apreciados que fazem da indústria queijeira um importante participante da economia nacional.


Na origem está o segredo da qualidade.

A primeira etapa na produção do queijo consiste na obtenção do leite, que deve ser oriundo de animais saudáveis e ordenha higiênica, seguido de resfriamento e transporte adequados para a manutenção de sua qualidade e segurança até sua chegada na unidade fabril.

Após rigorosa seleção, o mesmo segue para os processos de padronização do teor de gordura e de pasteurização. Esta última etapa é fundamental para a destruição dos microrganismos patogênicos e redução da flora microbiana original do leite.

Após resfriamento, o leite é enviado para os tanques de fabricação, onde são incorporados todos os ingredientes necessários à sua produção. Daí em diante, o processo usado na fabricação e estocagem dependerá do tipo de queijo a ser produzido: frescos, curados, temperados, lights e kosher.
Importante: todos os queijos da Balkis são produzidos com coagulante de origem microbiana, único aceito pela União Vegetariana Internacional. Este coagulante tem a função de promover a desnaturação da caseína, modificando sua solubilidade, fazendo-a precipitar na forma de coalhada. Pode ser usado em substituição ao coalho de origem animal, usado convencionalmente, e que é extraído do estômago de animais ruminantes jovens.


Composição

Os queijos, de forma geral, apresentam em sua composição os seguintes elementos: água, proteínas, gordura, cloreto de sódio (sal), lactose, ácido lático, sais minerais e vitaminas.
Nas versões curadas, à medida que o queijo vai envelhecendo há uma redução do teor de água, além da transformação da lactose, proteínas e gorduras através do metabolismo das bactérias lácteas usadas na fabricação, proporcionando sabores, odores e texturas distintos.


Benefícios do consumo do queijo

De maneira geral, destacam-se os seguintes benefícios nutricionais:

Alta digestibilidade, graças ao perfil de aminoácidos que compõe suas proteínas;
Presença reduzida de lactose, principalmente nas versões curadas, quando sua quantidade chega a ser apenas 1/3 da lactose inicial contida no leite;
Presença de vitaminas (A, D, E, B) e minerais (zinco, iodo, selênio, potássio e fósforo);
Alto teor de cálcio, importante para a formação e manutenção de ossos e dentes, prevenção da osteoporose, e diferentes funções orgânicas.

Fonte: www.balkis.com.br

Como fazer capuccino caseiro

Aprenda com esta receita, os segredos de como fazer capuccino na sua própria cozinha e nunca mais fique com vontade de tomar aquela xícara quentinha e deliciosa! Rende 5 porções e leva 20 minutos para fazer.

Ingredientes:
100 g de café solúvel
1 lata de leite em pó
600g de açúcar refinado
4 colheres (sopa) de chocolate em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher(es) (café) de canela-da-china em pó

Como fazer:
Bater o café solúvel no liquidificador até ele se tornar um pó.
Em uma vasilha, colocar todos os ingredientes, peneirando-os. Juntar o café solúvel.
Para uma xícara de chá, utilizar 1 e 1/2 colher de sopa de capuccino e completar com água quente.
Para uma xícara de café, colocar 3 colheres de café de capuccino e completar com água quente.

Uma dica é utilizar o leite à água quente. Fica bem mais cremoso!

Fonte: cybercook.com.br

Contato

Sua opinião é muito importante para nossa empresa.
Você pode utilizá-lo este espaço para fazer elogios, críticas e sugestões sobre nossos produtos.
Para entrar em contato conosco, ligue para uma de nossas filiais ou envie o formulário abaixo preenchido.